terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A IGREJA

Olá! Hoje vou falar um pouco sobre a escolha da igreja onde iremos nos casar. Para quem não sabe ainda, escolhemos a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia. Logo que entrei na faculdade de arquitetura tivemos que fazer um trabalho para uma matéria em que tínhamos que escolher uma igreja de Salvador e fazer um resumo sobre ela...não sei por que a escolhi...depois disso, me apaixonei pela igreja e disse que iria me casar lá de qualquer jeito!
Anos se passam e um belo dia, eu descubro que meus avôs paternos (Afonso e Antônia) se casaram na mesma igreja que eu tinha escolhido. Fiquei mais apaixonada ainda! O difícil foi fazer a reserva da data...como ela é muito concorrida para casamentos, a reserva tem que ser feita mais ou menos com antecedência de 01 ano (to falando sério!). Então desde novembro de 2009 que ligamos para a igreja para saber se já tinham aberto a lista para 2011 (detalhe: para 2010 não existia mais vaga para casar no dia de sábado). Finalmente, ela só abriu depois do ano novo e no dia 06/01/2010 o noivo (sim, o noivo!) foi lá e reservou a nossa data para 22/01/2011! E por pouco não conseguimos pois a responsável pela igreja tinha dito que mais 02 pessoas já tinham ligado procurando por essa mesma data...ufa!



Para quem não conhece a história da nossa igreja, vou fazer um resumo (tirado da internet) sobre ela:


“A Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, ou Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, construída em 1623, é a uma das paróquias mais antigas da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, sua primeira igreja foi feita por determinação do primeiro governador-geral do Brasil: Tomé de Sousa, sua atual construção em estilo Gótico foi feita toda de pedra sabão trazida de Portugal. Sua Elevação, a Sacrossanta basílica se deu em 1946. O papa Pio XII declarou Nossa Senhora da Conceição padroeira única e secular do Estado da Bahia.

A atual igreja foi iniciada em 1739 e inaugurada em 1765, mas suas obras só foram concluídas em 1849. As plantas foram feitas pelo engenheiro militar Manuel Cardoso de Saldanha, sendo que o executor dos materiais foi o mestre pedreiro Manuel Vicente. O mestre pedreiro arquiteto Eugênio da Mota, de Portugal, preparou as pedras e acompanhou seu transporte para Salvador, ficando responsável também pela edificação do monumento.



Seu interior possui a primeira demonstração mais completa do barroco de D. João V no Brasil, destacando-se a pintura do teto da nave que obedece à concepção ilusionista barroca de origem italiana de autoria de José Joaquim da Rocha. A monumentalidade de sua fachada, de características neoclássicas, é realçada pela implantação das torres em diagonal.



A Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia é tombada pelo IPHAN desde 1938. É dedicada à padroeira da cidade. Dela partem os cortejos das festas do Senhor Bom Jesus dos Navegantes (1º de janeiro), Conceição da Praia (8 de dezembro) e de Santa Luzia (13 de dezembro).”

Segue uma foto do casamento de meus avós e da igreja.

Beijos a todos!







3 comentários:

  1. Agora eu entendi... Como D. Antonia estava linda nesta foto - que rosto!

    ResponderExcluir
  2. Oi Tia Dany e Tio Vann...estou acompanhando o "ACONTECIMENTO" que irá ocorrer em janeiro de 2011 junto com Papai e Mamae... e se prepare porque vamos ter que escrever as vezes em japonês também viu...jejejeje
    bjss

    ResponderExcluir
  3. Ola... me diz uma coisa quanto custa casar nesta igreja?

    ResponderExcluir